Dicas para combinar cores na decoração

Como combinar cores na decoração

Olá, queridos e queridas

Depois de uns dias viajando,voltei à ativa!! Teria muitas coisas bonitas e decorações deslumbrantes para compartilhar com vocês mas tivemos um problema com o equipamento e ficamos sem as fotos e o filme também. 
Bom, mas o mais importante é que a inspiração não se perdeu...aliás, está renovada!
E hoje vou falar sobre como combinar cores na decoração de sua casa.






Primeiro, vamos entender os tipos de cores e as sensações que cada uma provoca.

Abaixo um infográfico da classificação das cores:



Observe o conjunto de cores primárias, secundárias e terciárias. As complementares e as análogas. Essas são as principais coordenações que se pode fazer.

- Complementares: são as cores que estão em posição contrária no círculo cromático. Você deve usar uma delas para dominar o ambiente e a outra deve aparecer em detalhes e salpicadas pelo cômodo.

- Análogas:  são aquelas que estão lado a lado no círculo cromático. O uso delas na decoração confere unidade (já que são tons semelhantes) e também podem ser intercaladas com tons neutros, como branco, preto e bege. 

-Combinar as cores pelos seus tipos: primárias, secundárias e terciárias


Outro ponto que se deve ter em mente é quanto à sensação que a cor provoca. Escolha conforme o que você deseja despertar e decida entre tons claros ou escuros.

Marrom: lembra natureza, força e conforto. Em tons claros, alivia o stress. Indicada para sala de jantar e hall de entrada.

Vermelho: cor forte que desperta intensas sensações como calor e paixão. Provoca agitação e por isso deve ser usada em locais que se tenha trabalho físico, como a cozinha por exemplo, mas use com moderação.

Laranja: representa energia, vitalidade e otimismo. Estimula o apetite e a interação social. Ideal para cozinhas e salas de jantar.

Amarelo: representa o sol e a juventude e por isso estimula a criação. Indicada para home office, cozinhas e banheiros.

Verde: é a cor que lembra saúde física e mental, refresca a casa e alivia o stress. Ótima para ser usada em quartos e salas.

Azul: melhora a produtividade, acalma, propicia o sono e incentiva a imaginação. Ideal para quartos, salas e home office.

Bege e cinza: tons neutros que podem ser usados em qualquer ambiente, conferindo formalidade e harmonia. Devem ser associados a outras cores.

Branco: simboliza pureza. Perfeito para cozinhas e lavanderias. Também pode ser usado para simular amplitude ao ambiente.

Para finalizar, uma dica da holandesa, Jessica Van den Berg, em entrevista à Revista Casa e Jardim:

"O primeiro passo é escolher duas matizes principais. Na minha casa elas são o verde e rosa. Então, escolha as cores secundárias – que devem ser usadas com parcimônia para não pesar na decoração. No meu caso, funciona bem o amarelo e laranja. É importante prestar atenção nos tons das cores principais. Por exemplo: aqui estão espalhados objetos verde claro e escuro. Assim, é possível criar contraste entre as peças e trazer um colorido bonito e delicado para o décor. Não tenha medo de arriscar! Não sabe se aquela cor cai bem na sua decoração? Então compre uma almofada, uma vela e flores no tom. Coloque tudo junto em um cantinho da casa e veja o resultado. Se gostar, adicione uma outra cor para criar contraste."

Bem meus queridos, acho que ficou mais fácil combinar as cores agora! Se ainda tem dúvidas, deixe nos comentários. Teremos prazer em responder pra vocês.

 Beijos no coração!







Crédito: Revista Casa e Jardim 08/03/17 e pinterest. com

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

HOME TOUR - Claudia e Alcindo Sabino

PINTANDO O SETE COM ARTE ABSTRATA

8 SUGESTÕES PARA DECORAÇÃO DE OUTONO